domingo, 23 de junho de 2013

A Mercedes foi suspensa do teste pilotos no dia 21 de junho de 2013

A Mercedes foi suspensa do teste pilotos no dia 21 de junho de 2013
  Os pilotos da Mercedes foram suspensos de participar de teste de jovens pilotos deste ano, foi anunciado sexta-feira, após o Tribunal Internacional da FIA (TI) considerou que o teste de pneus particular realizada pela equipe com a Pirelli em Barcelona no mês passado constituía uma violação das regras da Fórmula 1 . Mercedes e Pirelli também foram multadas e  vão dividir os custos do caso igualmente com a FIA.
O teste foi o tema de um protesto apresentado pelos rivais Red Bull e Ferrari no Grande Prêmio de Mônaco, depois que se verificou que a, sessão de 1000 km em três dias havia sido executado usando 2.013 carros da Mercedes, em violação das regras, que proíbem o uso de carros atuais para tais testes.
Embora que a TI descobriu que Mercedes tinha infringido o artigo 22 do Regulamento Desportivo da F1, disse que não havia nenhuma intenção por parte da equipe para obter qualquer vantagem esportiva de forma injusta e tanto a Mercedes quanto a Pirelli agiram de boa-fé em todos os momentos.
Ele considerou que a Mercedes não tinha nenhuma razão para acreditar que a FIA não tinha dado  aprovação para esse teste, na sequência de comunicações da equipe com diretor de prova do organismo que o organiza Charlie Whiting, mas que as ações de Whiting em nome da FIA foram tomadas de boa fé e com a intenção de ajudar as partes e de acordo com a justiça desportiva.
No entanto, verificou-se que a Pirelli não conseguiu oferecer as outras equipes uma oportunidade semelhante para testar, o que era uma condição dada por Whiting, quando ele  inicialmente permitiu a Mercedes e Pirelli realizar o teste.
Ele também verificou que a Mercedes obteve alguma vantagem material do teste - mesmo que fosse apenas a confirmação de que não tinha dado errado - e Pirelli estava ciente disso e que tinha a intenção de passar alguns dados confidenciais a Mercedes, mesmo que os dados fossem de uso limitado para a equipe, uma vez que não tinham conhecimento das especificações.
Como tal, o que considerou tanto a Mercedes e Pirelli ter também violou o Código Desportivo Internacional, uma vez que o teste foi prejudicial aos interesses da competição.
Postar um comentário